Além de fornecerem proteínas, carboidratos, gorduras e outros nutrientes que mantêm o bom funcionamento do organismo, alguns alimentos possuem propriedades benéficas para a saude. Os chamados alimentos funcionais contêm compostos que, consumidos regularmente, contribuem para a prevenção de doenças.

Segundo a nutricionista Vanessa Pereira Montera, mestre em Ciências Cardiovasculares pela Universidade Federal Fluminense (UFF), entre tantos alimentos, um deles pode ser considerado o mais importante e potente alimento funcional: o leite materno.

"O leite materno tem os macronutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento do bebê e muito mais. Ele tem micronutrientes com efeitos antivirais, antibacterianos, antialérgicos", afirma.

Aps 6 meses de idade, quando podem ser introduzidos outros itens à alimentação dos bebês, os funcionais também se destacam.

"O ovo é uma excelente fonte de colina, composto fundamental para a maturação do sistema nervoso. Está associado ao bom desempenho cognitivo", afirma a especialista. Outra substância importante para os pequeninos são ácidos graxos a 3, associados ao desenvolvimento saudável da visão, ao controle do colesterol ruim e à ação anti-inflamat. Estão presentes em nozes, amêndoas, castanhas, sementes de chia e linhaça, além de peixes como o salmão e sardinha Também são fontes de gorduras boas o abacate e o açaí. A frutinha do Norte ainda contém flavonoides, antioxidantes presentes em alimentos de coloração roxa, como a jabuticaba.

Muito em voga nos anos de bebidas lácteas, os probios são microorganismos que auxiliam no bom funcionamento intestinal. Mas Vanessa faz um alerta: nem todo iogurte é funcional.

"É preciso ler o ro e se certificar de que o produto contém cepas probias e, mesmo assim, ter certeza de que ele foi armazenado na temperatura adequada. Esses micro-organismos são muito sensíveis e, para que se tenha algum benefício, é preciso que sejam ingeridos numa quantidade considerável."

Há ainda uma categoria que antecede os probios; são os prebios.

"Alho, cebola e chic são boas fontes de prebios, mas o ideal seria consumi-los crus. Para crianças, a fonte mais interessante de prebio é a biomassa de banana verde. A fruta bem verdinha pode ser cozida juntamente com o feijão e processada no liquidificador", ensina a nutricionista. Frutas que podem ser consumidas com cascas, em geral, são ricas em pectina, um tipo de prebio.

 

 

*Fonte: Biblioteca Virtual em saude (BVS)/Ministério da saude