Estudo diz que há menos risco de doenças, mesmo quando a redução é temporária

A luta com a balança é de perdas e ganhos. De quilos. E eliminar o peso em excesso sempre vale a pena, segundo o estudo publicado na edição on-line da revista científica "The Lancet Diabetes & Endocrinology". Conduzida por pesquisadores da University College London, a investigação incluiu 1.273 participantes. De acordo com a pesquisa, para a maior parte dos participantes, a redução do índice de massa corporal (IMC), ainda que temporária, teve efeitos benéficos na prevenção de doenças cardiovasculares, redução dos níveis de pressão arterial, de glicemia e da espessura da parede da artéria cara.

Para o chefe do Serviço de Nutrologia Pediátrica do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira, da UFRJ, Hélio Fernandes da Rocha, apesar das fragilidades na apresentação de resultados sobre a intensidade do impacto dos benefícios, o trabalho indica que a perda de peso é sempre positiva.

"O esforço para emagrecer é sempre válido. Em qualquer fase da vida, ele será benéfico. Os resultados desse estudo podem servir de estímulo para aquelas pessoas que se mantêm refratárias aos sacrifícios para emagrecer. Percebo grande dificuldade entre os que recuperaram o peso perdido em retomar o esforço para emagrecer. Como o estudo mostrou, apenas uma minoria consegue permanecer magra. Ainda assim, vale a pena insistir. Mesmo sabendo que as taxas de sucesso populacional na resolução da obesidade são muito baixas, individualmente sempre se ganha ao tentar", explica o médico. "O mais importante é não permitir que a obesidade se instale. Por isso, o cuidado na infância é fundamental."

Os participantes do estudo foram avaliados em diferentes etapas da vida s 36, 43, 53 e, por mo, na casa dos 60 anos. A investigação constatou que, dos que estavam acima do peso e emagreceram em algum momento da vida, apenas 2% foram capazes de se manterem magros. Os pesquisadores notaram ainda efeito positivo entre os adultos que haviam tido sobrepeso na infância e conseguiram emagrecer.