Falar é fácil, fazer é que é difícil. O ditado popular vale também para a alimentação. Apesar das diversas recomendações, muitas famílias encontram dificuldades no dia a dia para adotar um cardápio equilibrado e saudável. Para ajudá-las a contornar esses obstáculos, o quinto e último capítulo do “Guia Alimentar para a População Brasileira”, elaborado pelo Ministério da Saúde, contém orientações para superar os desafios, que vão dos custos dos alimentos ao apelo da publicidade dos produtos ultraprocessados.

Segundo Michele Lessa, coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, nenhum dos problemas identificados durante a elaboração do guia é fácil de ser vencido. Para isso, são necessárias ações individuais, coletivas e de políticas públicas.

Ela diz que, em função das múltiplas realidades no país, pode ser que o obstáculo mais difícil de ser superado para uma população que reside em locais onde o comércio é incipiente, por exemplo, seja a oferta de alimentos in natura e minimamente processados. Já em outras regiões, o maior desafio pode ser o alto custo desses alimentos em decorrência da baixa produção local e dificuldade de abastecimento. Saiba mais em:

http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/05/Guia-Alimentar-para-a-pop-brasiliera-Miolo-PDF-Internet.pdf

Veja abaixo os obstáculos a uma alimentação saudável e como superá-los, de acordo com o “Guia Alimentar para a População Brasileira”, do Ministério da Saúde.