Dez alimentos largamente consumidos pelas famílias brasileiras deveriam ser banidos do cardápio infantil. Ou porque são ricos em açúcar ou gordura ou sódio — ou tudo ao mesmo tempo —, achocolatados, batata frita,  biscoito recheado, empanados de frango, hambúrguer congelado,  macarrão instantâneo, refrigerantes, salgadinhos de pacote, salsichas e suco industrializado não devem fazer parte da dieta de crianças e adolescentes.

Segundo a nutricionista Fernanda Cobayashi, especialista em Saúde, Nutrição e Alimentação Infantil pela Universidade Federal de São Paulo, esses alimentos industrializados estão associados a várias doenças. “Eles contêm altas quantidades de sódio, açúcares, gorduras e corantes. É muito fácil ultrapassar as recomendações diárias desses nutrientes quando as crianças consomem esses produtos. Diversos estudos já realizados no mundo todo os relacionam com obesidade, cáries, doenças cardiovasculares e pressão alta”, afirma ela, que tem pós-doutorado em Nutrição e Saúde Pública pela Universidade de São Paulo e atua como consultora do Instituto Nutrição Com Ciência.

Na opinião de Fernanda, nem esporadicamente eles deveriam ser consumidos. “O grande problema dos produtos industrializados é que, em apenas uma porção, é possível atingir até 50% das necessidades diárias de determinados nutrientes, e, geralmente, as crianças consomem muito mais do que apenas uma porção. Por isso, a compra desses produtos não vale o custo/benefício. O mais seguro mesmo é consumir os alimentos in natura, preparados em casa, livres de aditivos.”

Para a especialista, as famílias não têm noção dos malefícios que vêm dentro das embalagens coloridas e divertidas: “A propaganda desses produtos é muito apelativa e sedutora. Aproveitando-se da vida corrida das pessoas, a indústria de alimentos tem a missão de processar os alimentos, tornando-os atraentes, palatáveis, baratos e convenientes. Cabe à população ficar atenta ao que está escrito nos rótulos e fazer comparações entre os diversos produtos que existem no mercado antes de levar para casa. Em minha opinião, as campanhas informativas ou educativas frequentemente não atingem a população como deveria”, diz ela, afirmando que, numa lista mais extensa, incluiria ainda sorvetes de massa, balas e pirulitos.

Veja no quadro abaixo por que esses alimentos são tão danosos e conheça alternativas saudáveis.

aliment