Em tempos de inflação mais alta, algumas medidas podem ser tomadas para garantir uma alimentação saudável sem comprometer o orçamento. Coautora do livro Receitas para todos: economia doméstica em tempos de crise, da Editora Atheneu, a nutricionista Patrícia Fonseca dos Reis dá algumas orientações para garantir que as compras de alimentos frescos ou minimamente processados, mais perecíveis do que os altamente processados, não pesem tanto no bolso. A regra básica é a seguinte: “Prefira frutas, verduras e legumes da estação. Além de mais frescos e saborosos, esses alimentos apresentam melhor valor nutricional e preços mais baixos”, diz ela, que atualmente atua no Instituto Nacional de Câncer (Inca).